Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Já tinha curiosidade para ler este livro há algum tempo, mas nunca estive disposta a dar mais do que dez euros por ele. Numa promoção que houve por aí, consegui encontrá-lo a apenas 5. Atirei-me de cabeça. Só ouvia coisas boas sobre ele (vá, algumas não tão boas) e o facto de saber que ia ser adaptado a uma série de televisão ajudou a criar algumas expectativas, especialmente adicionando à mistura o Guillermo Del Toro.

Posso dizer-vos que o início do livro foi uma das coisas mais fantásticas que já li. Acompanhamos a aterragem de um Boeing 777 no aeroporto JFK que, de repente, "morre" completamente para o mundo. O avião desliga-se, não há qualquer contacto com as torres de controlo, nenhum passageiro dá sinais de vida. É aqui que conhecemos as nossas personagens principais, Eph e Nora, que trabalham para o CDC (Center for Disease Control and Prevention). Foram páginas de adrenalina que me deixaram mais do que curiosa para saber o que ia sair dali.

Confesso que a premissa de envolver vampiros me deixou de pé atrás. À parte de True Blood, tudo o que meta vampiros é um não para mim. E a nível de instinto, quando mete vampiros, o meu está sempre certo. A coisa começa a descambar para aí a metade do livro, quando descobrimos (já nos era anunciado na sinopse) que o vírus contagioso são, na verdade, vampiros. E apesar destes vampiros não brilharem, também não me contagiaram de forma a ficar agarradinha ao livro (sim, o contagiaram foi de prepósito).

Os únicos pontos positivos que encontrei foram o início, quando ainda estamos à descoberta do que realmente se passa, e o facto de irmos acompanhando várias personagens ao longo do desenvolvimento da história. De resto, fiquei muito, mas mesmo muito desiludida.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Cris a 16.10.2014 às 13:46

Olha, já estou como tu. Mete vampiros, não interessa!
Mas vão-me interessar mais críticas destas! :)
Imagem de perfil

De • Smartie a 16.10.2014 às 17:35

Ohh, é sempre pena quando nos desiludimos com um livro que achávamos mesmo que íamos gostar :\

Comentar post






Arquivo


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




blogging.pt