Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Apeteceu-me distribuir chapadas

por Carolina, em 23.04.15

Sou uma pessoa que gosta de debater assuntos interessantes e que estejam a ser falados por todo o lado. Nada melhor do que o feminismo para se encaixar nesta categoria. A história começa assim...

Estava eu a fazer uma apresentação sobre o tema na faculdade, quando apresentei à turma uma série de questões que queria que fossem debatidas. Depois de ter falado dos factos e do que era o feminismo, tendo deixado bem explícito o que este não era e o que não representava, toda a turma, inclusive a professora, respondeu que não eram feministas. Podia jurar que o queixo me tinha caído, mas na verdade insisti, perguntei novamente. Ninguém. Depois de tudo o que tinha sido discutido, ninguém era feminista porque era uma coisa radical, extremista, que não tinha um conceito fixado.

Apeteceu-me distribuir chapadas.

Passei à frente, sem sequer pensar duas vezes em debater um assunto como este com pessoas que parecem não se educar sobre este tipo de assunto. Fiquei com vergonha por ver que, hoje em dia, não se procura, não se pesquisa, não há interesse em saber, em perguntar em aprender.

Para quem se interessar pelo assunto, vejam este vídeo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De Fatia Mor a 23.04.2015 às 23:02

Foste mexer com um tema cabeludo... Tem tudo a ver com crenças sexistas. O sexismo ambivalente explica isso muito bem!
Sem imagem de perfil

De Cris a 25.04.2015 às 09:07

Estiveste a falar para o boneco. É só mesmo à estalada!
Sem imagem de perfil

De Maria a 25.04.2015 às 17:51

Como dizes são "pessoas que parecem não se educar sobre este tipo de assunto".
Muitos anos depois, o machismo continua a marcar a nossa sociedade e o feminismo continua, muitas vezes, a ser visto como uma atitude extremista de mulheres (indignadas; quando não se utilizam adjetivos piores).
Imagem de perfil

De vanita a 25.05.2015 às 09:26

Ser pela igualdade de géneros não é igual a ser feminista.
Imagem de perfil

De Carolina a 25.05.2015 às 09:51

Pois não. E eu não disse isso no texto.
Para não deixar dúvidas, segundo o Dicionário de Oxford, feminismo é: The advocacy of women’s rights on the ground of the equality of the sexes.
Imagem de perfil

De blackened a 25.05.2015 às 14:23

Acho que isto está muito para além do dicionário. Não interessa para nada transformar esta luta quotidiana numa luta de definições e conceitos.
Imagem de perfil

De Vanessa a 25.05.2015 às 12:39

Acho que a imagem que colocaste explica exactamente o que se passou. As pessoas podem concordar com o que explicaste, mas o nome implica algo... algo que elas têm medo de assumir ou têm medo que se torne em qualquer coisa.
Sem imagem de perfil

De nice a 25.05.2015 às 13:49

Já viste este vídeo? https://www.youtube.com/watch?v=wmX-59dp3b0
Fala muito disso, do medo que as pessoas têm em se assumir como feministas, apesar de partilharem dos seus ideais.
Imagem de perfil

De blackened a 25.05.2015 às 14:20

Algures nos últimos tempos, "feminismo" tornou-se numa palavra feia. Bastante recentemente, até. Se recuarmos para aí 1, 2 anos, o fenómeno não era tão notável na internet.
Mas feminismo... É uma palavra feia. É um palavrão, não se diz. Cruzes, credo!
É tudo obra de um sistema machista a defender-se. Quem ouse confrontá-lo, será acusado de loucura, extremismos, exageros, de ser um mal amado... Se fores uma mulher, pior ainda! Hás-de ouvir muitas vezes "os homens não gostam de mulheres assim". Isto é suposto ser um insulto. Mas não é ;) É só mesmo um sinal de que estás a tomar uma atitude.
Imagem de perfil

De Anti-Social a 26.05.2015 às 13:00

É triste... Há pessoas (e são muitas) que parecem fazer luxo em ser ignorantes, é isso que eu sinto muitas vezes.
Um bem-haja duma feminista convicta por trazeres o tema à baila, no teu meio académico e nos blogs. :-)

Comentar post






Arquivo


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




blogging.pt