Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Lidar com a ansiedade

por Carolina, em 30.11.14

Poucas pessoas na minha vida sabem que sofro com ansiedade. Já cheguei mesmo a ter ataques de pânico, mas não chegam a completar os dedos de uma mão as vezes que já os tive, e ainda bem. Já sofro de ansiedade há muito tempo, mas só há uns meses é que soube dar um nome e associar sintomas. Nos últimos três dias não consegui vir aqui, foi talvez a maior e pior crise de ansiedade que alguma vez tive. Acordava e deitava-me com ansiedade. Cheguei mesmo a sentir-me mal fisicamente e por um triz não tive que ir parar ao hospital. Já tomo comprimidos há algum tempo, porque houve aí uma altura que nem sequer conseguia sair de casa para ir para as aulas tamanha era a ansiedade que sentia (chegava a vomitar e tudo, TMI desculpem!) mas há uns tempos decidi deixar os comprimidos para ver como corria. Andei uns tempos bem, até que chegou agora a altura da avaliações e parece que me puxaram o tapete de baixo dos pés e voltou tudo ao mesmo.

Não sei lidar com a ansiedade, mas posso dizer-vos que é horrível. É estar constantemente com uma vozinha na nossa cabeça a dizer-nos que se calhar não somos tão bons quanto isso, que se sairmos agora da sala toda a gente vai ficar a olhar para nós, que temos que pensar no que vamos responder quando alguém nos perguntar alguma coisa, que se calhar não vamos conseguir fazer nada na vida. Pode parecer uma enorme estupidez, e sei que lá no fundo o é, mas quando se sofre de ansiedade e quando se tem uma crise de ansiedade não são perguntas assim tão parvas quanto possamos pensar. 

Antes que perguntem, sim, sou seguida no médico e vou começar a ir a uma psicóloga, mas se alguém sofrer do mesmo e quiser deixar-me alguns conselhos eu agradecia! (e pronto, está explicada a minha ausência).

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De • Smartie a 30.11.2014 às 17:53

Ohh querida, espero que já estejas melhor agora :\ Infelizmente não te posso ajudar pois não estou por dentro do assunto, mas espero que a consulta corra bem e que consigas manter a ansiedade controlada :3 Força!
Beijinhos*
Imagem de perfil

De Carolina a 01.12.2014 às 15:14

Já estou melhor, obrigada!
Beijinhos :)
Imagem de perfil

De • Smartie a 01.12.2014 às 15:29

Ainda bem, então :3
Beijinhos! *
Imagem de perfil

De Vanessa a 30.11.2014 às 18:43

Não há muito tempo a minha colega de casa foi parar ao hospital, porque começou a ter dores enormes no peito e tinha um braço apanhado. Lá disseram-lhe que eram dores musculares e mandaram-na embora com comprimidos para as dores. Estupidez! Nesse fim-de-semana ela foi a um médico privado e ele disse-lhe que era um ataque de ansiedade, receitou-lhe calmantes e disse para ela não fazer esforços durante uns tempos.
O que ela passou a fazer foi escrever num papel as tarefas que tinha para fazer nesse dia e tentar cumpri-las com calma, sem se stressar. Aos poucos isso ajudou-a e agora na pior altura do semestre ela até está a lidar bem com a coisa.
Imagem de perfil

De Carolina a 01.12.2014 às 15:15

Infelizmente ainda não se dá a importância suficiente a este assunto (mesmo a nível médico)...
Obrigada pela dica, por acaso costumo fazer uma lista mentalmente e ajuda! Beijinhos
Imagem de perfil

De Sofia Sequeira a 30.11.2014 às 23:09

Espero que tudo se resolva! As melhoras :) Beijinhos
Imagem de perfil

De Carolina a 01.12.2014 às 15:15

Obrigada! :)
Beijinhos
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 01.12.2014 às 09:43

Apesar de não sofrer de ansiedade, acho que a sugestão dada acima, de tentares fazer uma lista das coisas a fazer durante o dia e tentares fazê-lo sem stress, parece.me uma boa opção

as melhoras!
Imagem de perfil

De Carolina a 01.12.2014 às 15:16

Concordo, é uma boa dica :)
Obrigada e beijinhos!
Sem imagem de perfil

De Cris a 01.12.2014 às 15:48

Bom, eu já sofri um ataque de pânico e por vezes estou mais ansiosa devido a vários factores, mas não com a frequência de que falas, felizmente. Se estás a ser seguida pelo médico, acho que já é um bom caminho. Outra dica que te posso dar é tentar fazer algum desporto com regularidade e/ou ioga, tai chi ou meditação. Às vezes, pelo menos no meu caso, uma caminhada mais acelerada também ajuda, porque o foco da atenção da pessoa é desviado e ajuda a diminuir a ansiedade.
Beijinho

Comentar post






Arquivo


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




blogging.pt